Saber G-estar: construção e validação de um aplicativo móvel para educação em saúde no ciclo gravídico­-puerperal

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.24215/18509959.32.e15

Palabras clave:

Enfermagem, Enfermagem Obstétrica, Tecnologias digitais, Educação em saúde

Resumen

Introdução: a partir dos anos 2000, houve o advento das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) com a popularização do uso de dispositivos móveis e o surgimento dos aplicativos, facilitando a difusão de informações e orientações em saúde para a população, contribuindo para uma nova perspectiva da educação em saúde (m-Health). Desta forma, o amplo poder propagador da m-health e o aumento do uso, pelas mulheres em idade fértil, de aplicativos móveis para a obtenção de informações e orientações em saúde, vêm tornando os aplicativos móveis potenciais aliados na educação em saúde realizada pelos profissionais de saúde. Sendo assim, esta pesquisa tem como temática principal a construção e validação de um aplicativo móvel para educação em saúde no ciclo gravídico-puerperal. O objetivo principal foi desenvolver um aplicativo móvel gratuito para mulheres, com orientações e informações de modo a atender às necessidades de saúde do ciclo gravídico-puerperal; e os objetivos específicos foram identificar, sob a ótica das gestantes, as necessidades de saúde acerca do ciclo gravídico-puerperal e validar o aplicativo junto às gestantes por meio de um questionário on-line, tendo como base o Modelo de Aceitação de Tecnologia (TAM) e as características de qualidade do método Mobile Learning Evaluation (MoLEva). Método: trata-se de uma pesquisa metodológica aplicada, desenvolvida em três etapas: a primeira consistiu em uma pesquisa qualitativa a partir de uma entrevista por pauta realizada com 27 gestantes de um hospital universitário, sendo submetida à análise de conteúdo de Bardin; a segunda foi o desenvolvimento do arcabouço tecnológico do aplicativo, utilizando o Ciclo de Vida de Prototipação e, do design, utilizando o Design Centrado no Usuário (DCU); e a terceira etapa referiu-se à validação do aplicativo, que se deu com 30 gestantes através de um questionário on-line baseado no TAM adaptado com as características de qualidade preestabelecidas do método MoLEva. Resultados: Em relação à primeira etapa, emergiram 34 unidades de significação, que foram agrupadas em 2 categorias temáticas relacionadas aos objetivos do aplicativo e deram origem aos ícones do aplicativo: gestação, trabalho de parto, parto, pós-parto e curiosidades. A segunda etapa originou o aplicativo criado em linguagem de programação JavaScript para softwares híbridos, disponibilizado nas plataformas ANDROID e IOS, com conteúdo textual apresentado de forma simples, organização visual com cores atrativas que remetem ao feminino e imagens que facilitam a compreensão, bem como organização funcional intuitiva; a terceira etapa revelou, tanto nas narrativas quanto na análise estatística, o significativo nível de satisfação entre as gestantes, sendo o índice de validade da categoria pedagógica (0,97), o da categoria social (0,98) e da categoria técnica (0,99). Conclusões: esta pesquisa evidenciou as etapas para construção do aplicativo móvel gratuito Saber G-estar para educação em saúde no ciclo gravídico-puerperal mediante a investigação das necessidades de informações e orientações em saúde das gestantes, da construção do arcabouço tecnológico, do design e da validação do aplicativo. Após a validação, foram identificados o índice de validade de conteúdo global do aplicativo (IVC= 0,98) e o índice Kappa (Kappa = 0,96), demonstrando a concordância satisfatória das gestantes com os critérios e as características de qualidade previamente definidos para o alcance dos objetivos do aplicativo destinado à educação em saúde no ciclo gravídico-puerperal.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Vanessa Cristina de Vasconcelos Grossi, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Enfermeira Especialista em Enfermagem Obstétrica. Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde e Tecnologia no Espaço Hospitalar - Mestrado Profissional da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro- Rio de Janeiro- Brasil.

Citas

V. C. de V. Grossi, “Saber G­estar: construção e validação de um aplicativo móvel para educação em saúde no ciclo gravídico­-puerperal,” Tesis de MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE E TECNOLOGIA NO ESPAÇO HOSPITALAR, Universidade Federal do Estado do Rio De Janeiro, 2021.

Publicado

2022-07-01

Cómo citar

[1]
Vanessa Cristina, «Saber G-estar: construção e validação de um aplicativo móvel para educação em saúde no ciclo gravídico­-puerperal», TEyET, n.º 32, p. e15, jul. 2022.

Número

Sección

Síntesis de tesis