A formação continuada no processo de atualização de professores de física: Formação para o Software Tracker

  • Joanirse De Lurdes Da Rosa Ortiz Instituto Estadual Rui Barbosa
  • João Carlos Krause Instituto Estadual Rui Barbosa
  • Antonio Vanderlei dos Santos Instituto Estadual Rui Barbosa

Resumen

No estudo da Física a utilização de produtos tecnológicos gera novas formas de conhecimento e agem como um facilitador na superação de dificuldades de aprendizagem dos estudantes. Todavia, para o sucesso do uso de ferramentas tecnológicas nesse processo, faz-se necessário que os professores tenham conhecimentos e se apropriem dessas tecnologias. O presente artigo apresenta os resultados de um trabalho desenvolvido junto aos professores que atuam no ensino de Física nos onze municípios pertencentes à área de abrangência da 32ª Coordenadoria Regional de Educação (32ª CRE). Nele, procurou-se averiguar as dificuldades enfrentadas por eles para a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) em sala de aula e oferecemos um minicurso em que exploramos as potencialidades do software Tracker para o ensino da Física no ensino médio. O objetivo proposto foi atingido, pois a formação continuada despertou nos professores a vontade de utilização do Tracker em suas aulas e também gerou um material auxiliar para o estudo do Tracker servindo como um suporte técnico/pedagógico na sua utilização.

Biografía del autor/a

Joanirse De Lurdes Da Rosa Ortiz, Instituto Estadual Rui Barbosa

Licenciada Matemática (URI) e Mestra em Ensino Científico e Tecnológico (URI). Professora do Instituto Estadual Rui Barbosa – São Luiz Gonzaga/RS/Brasil

João Carlos Krause, Instituto Estadual Rui Barbosa

Licenciado em Física (UFSM), Mestre em Física (UFSC) e Doutor em Ciências (UFRGS). Subcoordenador PPGEnCT/URI–Santo Ângelo/RS/Brasil.

Antonio Vanderlei dos Santos, Instituto Estadual Rui Barbosa

Licenciado em Física (UFSM), Mestre em Física (UFSC) e Doutor em Ciências (UFRGS). Professor PPGEnCT/URI–Santo Ângelo/RS/Brasil

Citas

J. A. M. Mora. “Experiencia de la integración de las TICs para la enseñanza y aprendizaje del Cálculo II,” Revista Iberoamericana de Educación en Tecnología y Tecnología en Educación, no. 18, pp. 85-100, 2016.

Brasil. (1996, Dez. 20) LDB: Lei de diretrizes e bases da educação nacional, Lei nº 9.394. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

Brasil. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: ensino médio. Brasília: MEC, 1999.

Brasil. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: Secretaria de Educação, 2013.

J. M. Moran et al. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21 ed. Campinas, SP: Papirus, 2013.

P. Perrenoud. Dez novas competências para ensinar. Traduzido por Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artmed, 2000.

F. J. De Almeida, M. E. De Almeida. Aprender construindo: a informática se transformando com os professores. Brasília: MEC, SEED, 1999.

M. E. B. de Almeida, “Tecnologias digitais na educação: o futuro é hoje”. 2007. Disponível em https://etic2008.files.wordpress.com/2008/11/pucspmariaelizabeth.pdf . Acesso em: 12 set. 2017.

M. C. Arriada, E. M. F. Ramos, Redes de Aprendizagem. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2013.

B. Slakmon. “Educational Technology Policy in Israel”. Pedagogy, Culture and Society, vol. 25 no. 1 pp. 137-149, 2017. https://doi.org/10.1080/14681366.2016.1231709

T. S. Foulger et al. “Teacher Educator Technology Competencies,” Journal of Technology and Teacher Education, vol. 25, no. 4, 2017.

K. Aesaert, R. Vanderlinde, J. Tondeur, J. van Braak, “The content of educational technology curricula: a cross-curricular state of the art,” Educational Technology Research and Development, vol. 61, no. 1, pp. 131–151, 2013.

M. N. Sampaio, L. S. Leite. Alfabetização tecnológica do professor, 4a ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

S. F. Tajra, Informática na Educação: novas ferramentas pedagógicas para o professor da atualidade. 3a ed. São Paulo: Érica, 2001.

M. A. Moreira, Subsídios metodológicos para o professor pesquisador em ensino de ciências: pesquisa em ensino: aspectos metodológicos. Porto Alegre: UFRGS, 2009. Disponível em https://www.if.ufrgs.br/~moreira/Subsidios10.pdf Acesso em: 12 set. 2017.

A. C. Gil, Como elaborar projetos de pesquisa, 4a ed. São Paulo: Atlas, 2002.

D. P. Ausubel. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Traduzido por Lígia Teopisto. Lisboa: Plátano, 2003. Tradução de: The acquisition and retention of knowledge: a cognitive view.

L. S. Vygotsky, A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Traduzido por José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 7a ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010. Tradução de: Mind in society: the development of higer psychological processes.

M. C. de S. Minayo (Org.); S. F. Delandes, R. Gomes. Pesquisa Social: teoria, métodos e criatividade. 25a ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

S. Ramankulova, et al., “Nurdaulet Formation of the Creativity of Students in the Context of the Education Informatization,” International Journal Of Environmental & Science Education, vol. 11, no. 16, pp. 9598-9613, 2016.

Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Escassez de professores no ensino médio: propostas estruturais e emergenciais. Brasília: MEC, 2007.

J. A. Valente (org.), O Computador na sociedade do conhecimento. Campinas: UNICAMP, NIED, 1999.

T. Claessens, “Analyzing Virtual Physics Simulations with Tracker,” Physics Teacher, vol. 55, no. 9, pp. 558-560, 2017.

I. P. Martins. “Formação inicial de professores de física e química sobre a tecnologia e suas relações sócio-científicas,” Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, vol. 2, no. 3, pp. 293-308, 2003.

M. das G. C. de A. Nascimento, R. F. dos Reis, “Formação docente: percepções de professores ingressantes na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro,” Educ. Pesquisa, São Paulo, vol. 43, no. 1, pp. 49-64, 2017.

F. C. G. C. de Vasconcelos, A. Arroio, “Explorando As Percepções De Professores Em Serviço Sobre As Visualizações No Ensino De Química,” Quim. Nova, vol. 36, no. 8, pp. 1242-1247, 2013.

Publicado
2019-07-13
Cómo citar
Da Rosa Ortiz, J. D. L., Krause, J., & Vanderlei dos Santos, A. (2019). A formação continuada no processo de atualização de professores de física: Formação para o Software Tracker. Revista Iberoamericana De Tecnología En Educación Y Educación En Tecnología, (23), e10. https://doi.org/10.24215/18509959.23.e10
Sección
Artículos originales